• Oferta de boas-vindas para todos
  • Até 30% de desconto
  • Pílulas Gratuitas
Contate-Nos Contate-Nos
Horas de trabalho 09:00 - 17:00 Telefone Brasileiro: Telefone Internacional:

As principais causas de disfunção erétil

A disfunção erétil é a impossibilidade do homem de produzir e manter uma ereção constante para o ato sexual. Esse problema vem aumentando sua ocorrência nas últimas décadas, devido aos novos hábitos dos homens de hoje.

Entender as causas desse distúrbio pode te ajudar a precaver essa situação , e se você já sofre de algumas dessas causas, é indicado buscar um tratamento ou mudar sua rotina, pois as causas da disfunção erétil são muito diversas, e é um sintoma muito desagradável e preocupante para a vida de um homem. Pois a disfunção erétil estende seus efeitos para outras áreas , como autoestima, depressão, como também atinge outras pessoas quando existe um relacionamento.

Portanto esse é um conhecimento muito importante. Se inteire dessas informações e caso necessário, comece a se cuidar hoje mesmo.

Listamos para você, as principais causas da disfunção erétil:

Doenças hormonais

Diabetes: A diabetes vem a causar disfunção erétil porque essa doença altera todo o sistema vascular do diabético, afetando também a sensibilidade do contato físico. A ereção depende do estímulo físico e sensorial, e depois disso é necessário um grande fluxo sanguíneo. Com esses fatores comprometidos, é bem comum que o homem que sofre de diabetes venha a apresentar disfunção erétil.

Artigo relacionado: Compre Cialis Original online em farmácia brasileira sem receita médica

Queda de testosterona: A testosterona é o hormônio mais importante para o homem. A baixa de testosterona pode causar diversos sintomas, pois o desejo sexual e uma ereção normal dependem desse hormônio. A queda de testosterona no homem também pode causar depressão e desregular a libido, contribuindo para o agravamento da situação.

Doenças vasculares

Hipertensão arterial: A hipertensão arterial dificulta a dilatação dos vasos sanguíneos, ação que é imprescindível para que ocorra a ereção. O maior problema é que, além disso, as medicações para tratamento de hipertensão arterial também contribuem para a disfunção erétil. É um caso delicado e é necessário um acompanhamento médico para encontrar uma medida e medicamentos que balanceiem essa situação.

Aterosclerose: É uma das causas mais comuns da disfunção erétil. A aterosclerose atrapalha o organismo a produzir o óxido nítrico, responsável pela dilatação dos vasos sanguíneos. É um problema muito parecido com a hipertensão arterial.

Distúrbios psicológicos

Depressão: A depressão pode ser tanto causa como sintoma da disfunção erétil. Quando a depressão causa a disfunção erétil, é porque na maioria dos casos, a depressão tende a gerar uma baixa na libido.

Estresse: Esse talvez seja o distúrbio psicológico mais causador da disfunção erétil, e atinge tantos os homens jovens quanto os mais velhos, principalmente na faixa entre 25 e 50 anos, onde é mais comum as pressões mais sérias no trabalho. Problemas familiares e no relacionamento também tem muita ligação com esses fatores.

Ansiedade: Pessoas que sofrem de ansiedade são mais propensas a episódios de disfunção erétil, mas isso também é muito ligado à ansiedade que alguns homens passam pelo simples fato de criar uma pressão e expectativa quanto a seu desempenho na cama.

Consumo exacerbado de pornografia: O consumo de pornografia em excesso produz muitos efeitos negativos no cérebro masculino. É possível encontrar muitos estudos científicos que comprovam essas reações, pois a pornografia “vicia” o organismo a estímulos que não condizem com os padrões naturais da rotina.

Tabagismo

Estudos apontam que o cigarro aumenta em 85% as chances de desenvolver o estado de disfunção erétil. O cigarro não compromete a fertilidade masculina, mesmo assim diminui as chances de ocorrer uma gravidez. Muitos homens ainda confundem infertilidade com impotência, mas no caso do tabagismo, ele realmente pode gerar a impotência sexual

O que acontece com o pênis do fumante é o mesmo sintoma que ocorre nas artérias do coração. O uso ininterrupto de cigarro entope as artérias, dificultando o fluxo de sangue nos vasos do pênis.

O surgimento da disfunção erétil vai depender de alguns fatores:

A frequência do consumo diário de cigarros

O tempo de tabagismo

Ligação com doenças como hipertensão e diabetes

Artigo relacionado: Compre Viagra Natural Online nas farmácias brasileiras - Barato mesmo!

Os sintomas do tabagismo quanto à disfunção erétil se estendem para além da incapacidade de atingir e sustentar a ereção, se apresentando na:

Redução do tamanho e rigidez do pênis

Diminuição de pelos corporais

Atrofiamento dos testículos

Deformação no pênis

Mas apesar de ser um caso grave, é possível o tratamento. Portanto, parar com o consumo do cigarro é fundamental para uma vida sexual saudável.

Alcoolismo

Quadro clínico e físico: O consumo excessivo de álcool atrofia as células responsáveis pela produção da testosterona, o que contribui para o desenvolvimento da disfunção erétil. O alcoolismo também afeta o desempenho físico, que é necessário para uma vida sexual saudável, pois gera fadiga, taquicardia e problemas respiratórios.

Fatores sociais e psicológicos: O homem que lida com o alcoolismo também tem muito potencial para gerar conflitos sociais, no trabalho e principalmente na convivência com a família, gerando uma carga muito alta de estresse, que é uma das principais causas da disfunção erétil.



Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar sua visita no site você concorda com o uso de cookies.

Entendi!