• Oferta de boas-vindas para todos
  • Até 30% de desconto
  • Pílulas Gratuitas
Contate-Nos Contate-Nos
Horas de trabalho 09:00 - 17:00 Telefone Brasileiro: Telefone Internacional:

Qualidade de ereção vs. autoestima

A masculinidade é tida como motivo de brincadeiras e até mesmo uma responsabilidade a ser exercida na sociedade depois de certa idade na história de um homem. A falta da produção hormonal física e a não demonstração da masculinidade durante o coito é a causa do distúrbio mais comumente presente nos homens ao longo da vida: impotência, que pode causar a redução da taxa de hormônios importantes para o corpo (independente da queda da libido) e a baixa autoestima.

Para o homem a qualidade e o tempo de duração da ereção são de extrema importância, pois se sentem por muitas vezes os guias do ato sexual até que por fim a parceira seja capaz de se acostumar ou se impressionar com suas habilidades. As possibilidades na cama e o tempo com que isso ocorre, seguido de elogios e a impressão que se passa, podem atingir o ego de um homem tanto quanto sua imagem no espelho.

A autoestima em foco da qualidade de vida

Disfunções sexuais, em destaque a DE (disfunção erétil), podem causar efeitos negativos na autoimagem, perda de autoconfiança, aumento de estresse e depressão. Pode também danificar a saúde em geral e a qualidade de vida. 

Para a autoestima não ter baixas significativas com a qualidade de ereção, primeiramente é preciso tratar os bloqueios causados na autoestima pelo cotidiano. Deve-se primeiro fazer uma autoanalise e um check up para doenças existentes psíquicas ou físicas, utilização de medicamentos e/ou drogas, tratamentos médicos passados ou atuais, cirurgias, hábitos alimentares e qualidade do sono e principalmente histórico sexual (parceiros e parceiras, durações e frequência de relações, ciclo da resposta sexual, durante o encontro sexual ou na masturbação).

Artigo relacionado: Compre Viagra Natural Online nas farmácias brasileiras - Barato mesmo!

Toda ajuda e melhora positiva de autojulgamento é importante. A consciência de manter em pratica algum exercício físico da sua escolha, positividade em situações descontroladas emocionalmente, alimentação correta e autoconhecimento são características chaves para uma aceitação de si e ter uma melhora da ereção em relações sexuais.

Lembrando que autoestima não é algo magico que se constrói de um dia pro outro. É preciso paciência para se autoconhecer e também lembrar que existem casos contrários, onde a imagem e a personalidade de um homem podem ser favoráveis (ele tendo a convicção disso) e nenhum histórico de deficiências emocionais ou psíquicas, mas prefere um autoconhecimento retraído de si mesmo escolhendo levar uma vida sexual menos ativa por escolha e não por qualidade (baixa ou alta) ou preferencia de interesse afetivo.

Ereções e ejaculações 

A meta mais comum de um portador de qualquer disfunção sexual de baixo desenvolvimento é recuperar a ereção, o que pode ser obtido com o tratamento medicamentoso com muita facilidade. É mais fácil adquirir autoconfiança em manter a rigidez e melhorar o desempenho do sexo, mas o método perde em eficácia de duração e riscos para a saúde. Vai de pessoa a pessoa a escolha deste método direto ou incluso no tratamento de outras disfunções, como por exemplo, emocionais.

Mas se o foco for realmente curar-se é aconselhável tratamentos específicos de desenvolvimento sexual, controle de produção hormonal e aconselhamentos psicológicos e de saúde sexual e emocional. Neste aspecto, obter uma rigidez peniana completa pode contribuir para melhorar o desempenho e satisfação consigo mesmo, não só a do momento do ato sexual.

Artigo relacionado: Compre Levitra Generico (Vardenafil) online nas farmácias brasileiras.

Não é rara, a ejaculação precoce aparece como uma reclamação secundária à disfunção de uma excitação adequada. Afirma-se que DE e EP (ejaculação precoce) coexistem em muitos casos, sendo correspondida a existência de uma disfunção erétil parcial ou completa, que acarreta ao risco do desenvolvimento da ejaculação precoce. Isso ocorre, pois, ao buscarem uma estimulação mais bruta ou medicamentosa, na tentativa de não perder a ereção e a performance de penetração, aceleram a resposta ejaculatória e sofrem da resposta negativa em relação a ejaculação da parceira. 

Cuide-se! 

Não interessando qual o seu estado de disfunção, parcial ou completa, a sua qualidade de vida é a causa e a solução de todos os problemas em relação a isso. Independentemente de doenças, os tratamentos, aconselhamentos e autoconhecimento podem ser ajustados a uma rotina de ao menos interesse de seu bem-estar.

Ter consciência corporal e as analises de controle hormonal são dicas respectivamente importantes para manter-se sem o risco desesperado de ver a qualidade sua vida sexual, saúde física e emoções fora de controle. Não precisam ser aspectos que disputam entre seu corpo e sim um todo, que podem ser harmonizados conforme o seu interesse de aumentar a qualidade de ereção e assim também sua autoestima.